La Flor de La Canela, por María Dolores Pradera e Caetano Veloso

As canções latino-americanas possuem em seu canto e em seu ritmo um alma sem igual herdada da Espanha e de seus povos nativos. É o que acontece com esta famosa canção La Flor de La Canela, da compositora, poetisa e intérprete peruanaChabuca Granda.

La Flor de La Canela, por María Dolores Pradera e Caetano Veloso

Abaixo, você assistirá duas belas interpretações desta canção, a mais famosa de Chabuca, uma pela cantora e atriz espanhola María Dolores Pradera, outra pelo nosso brasileiro Caetano Veloso.

 

La Flor de La Canela, por María Dolores Pradera

María Dolores, também conhecida como La Gran Señora de la Canción, nasceu (1924) em Madrid, e viveu parte da sua infância entre Chile e Espanha, por causa dos negócios de seu pai. Começou sua carreira na década de 40 como atriz, e já demonstrando seus dotes como cantora.

Como atriz encenou até mesmo uma peça de Federico García Lorca. Já como cantora de exposição e renome internacional, interpretou diversas canções de compositores latino-americanos como o mexicano José Alfredo Jiménez, a peruana Chabuca Granda, o cubano Miguel Matamoros, o uruguaio Alfredo Zitarrosa, o argentino Atahualpa Yupanqui e a chilena Violeta Parra.

 

La Flor de La Canela, por Caetano Veloso

O cantor brasileiro Caetano Veloso dispensa palavras. Mas vale ressaltar que ele é um dos que mais próximos chegaram da música latino-americana em sua vertente hispânica entre os grandes nomes da música brasileira.

No vídeo, Caetano interpreta esta belíssima canção, que está em seu álbum “Qualquer Coisa“, de 1975, na cidade de Lima, capital do Peru.

Em busca das melhores histórias, lugares, curiosidades e figuras históricas que marcaram a trajetória da Espanha ao longo destes séculos e milênios.

468 ad

Comente

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>