Pamplona e sua história

Pamplona e sua história

Cidade milenar que já foi pertencente a diferentes impérios e povos. Sobreviveu a inúmeras ocupações, orou por distintas religiões, serviu diferentes senhores, foi de povoado à capital de reino homônimo. Hoje, a capital de Navarra, ocupada há 75 mil anos, festeja os Sanfermines e sua gloriosa história por entre os séculos.

Pamplona e sua história
Vista da La CIudadela, da época Romana. Foto por Frobles

Onde é Pamplona, existia um povoado de Vascões, povo da Idade Antiga, que viveram na época dos Romanos, até que em 74 a.C. o povoado foi convertido em uma cidade romana pelo general Pompeu. Ali foi instalado um acampamento militar e recebeu o nome de Pompaelo. Apesar de serem culturas diferentes, romanos e vascões mantinham boa relação.

Com a queda do Império Romano, os visigodos ocuparam Pampaelo, depois muçulmanos do Alandalus (nome dado à Península Ibérica quando na ocupação muçulmana nos primeiros séculos do primeiro milênio d.C.). Nesta época, o Reino de Pamplona já estava em formação, tendo sido chamado desta forma somente entre os séculos VII e IX.

O principado cristão, o Reino de Pamplona, era vassalo do Califado de Córdova e detinha alguma autonomia ainda. Já nos primeiros anos do século X, o Reino de Pamplona tornou-se plenamente independente e assim se manteve durante 130 anos, colecionando conflitos com estados vizinhos de origem cristã ou muçulmana.

O reino também era conhecido como Reino de Navarra, o que foi estabelecido como nome oficial somente em 1164, após o Reino ter sido um dos mais poderosos quando dominou boa parte da Península Ibérica no século XI.

Pamplona e sua históriaPamplona não era exatamente uma cidade, mas sim, um aglomerado de burgos amuralhados que guerreavam entre si. Tal era o atrito entre os burgos que entre 1213 e 1276 eles foram destruídos e massacrados entre si na chamada Guerra da Navarrería. A paz só veio reinar em 1423, quando a administração da cidade foi estabelecida pelo documento “Privilégio da União” e suas muralhas definitivamente destruídas.

Pamplona e sua história
Restos da muralha medieval do burgo de San Cernin. Foto por Eaeaea

Em 1512 o Reino de Navarra foi por fim incorporado aos reinos de Castela e Aragão, após a invasão pelos castelhanos em um período da Guerra Civil de Navarra. Reis depostos ainda tentaram retomar o poder sobre o reino perdido, sendo a última tentativa delas em 1521 e derrota de Navarra na Batalha de Esquiroz.

Pamplona ainda foi palco de uma das investidas de Napoleão Bonaparte em 1808, quando a cidade foi ocupada por suas tropas.

A cidade viu-se ocupada pelos franquistas na Guerra Civil espanhola já no século XX, após a vitória dos republicanos que trouxeram a Segunda República Espanhola. Cenas de horror se passaram durante a ditadura de Franco, com fuzilamentos às centenas até o fim da guerra.

Pamplona e sua história
Placa na Puerta del Socorro da cidadela de Pamplona em memória aos fuzilados. Foto por Jorab

Durante o período, Pamplona se transformou de uma cidade rural e artesanal em uma cidade industrial. Também viu sua população triplicar. Isso se deu por conta de Navarra apoiar a causa de Franco durante a sanguinária guerra. Ao passo que havia alguma fidelidade, também foi palco de diversos conflitos sindicais, sendo ali a primeira das greve em 1951.

A Iruña, como Pamplona é conhecida em basco, viu tanta tragédia e glória em seu território, tanto festejo e lágrimas, fome e fartura, guerras e um bocado de paz. Hoje é celebrada por milhares de turistas e seu povo nas festas de São Firmino e vê um futuro e presente muito mais felizes que sua milenar história.

Pamplona e sua história
Foto por Asier Solana Bermejo

posts Relacionados

Juego de Tronos

A Espanha e os cenários de Game of Thrones. Você sabia que diversos...

Festa da Bolívia 2019 em São Paulo
Festa da Bolívia 2019 em São Paulo

Nossa dica de fim de semana é a Festa da Bolívia, que acontece neste...