9 curiosidades sobre casamentos espanhóis

Você que está sempre indo a casamentos, está planejando o seu, ou até mesmo já se casou, certamente está acostumado com o jeito que as coisas acontecem aqui no Brasil. Na Espanha pode ser um pouco parecido, mas ainda assim os casamentos espanhóis têm algumas particularidades curiosas que provavelmente você não imaginaria.

Quer saber quais as tradições de um casamento espanhol? Chama o seu/sua pretendente e vem ler essa lista que preparamos com 9 curiosidades sobre casamentos na Espanha.

 

1 – “Chuva com sol, casamento de espanhol”

O ditado popular sobre casamentos espanhóis faz todo o sentido para os casamentos tradicionais que são considerados um grande evento e uma oportunidade única de reunir todo mundo que os noivos conhecem e gostam. Significa que o casamento vai acontecer de qualquer forma, com sol ou com chuva! Para se ter uma ideia, o casamento é um evento tão importante na Espanha que normalmente acontece com no mínimo 200 convidados. No mínimo. Certamente acontecem também casamentos bem menores, porém a lógica dos espanhóis é convidar o máximo de gente que puderem.

 

2- Véu de noiva?

Nos casamentos espanhóis a noiva veste branco, que, como nos casamentos brasileiros é sinal de pureza. Porém, no lugar do véu, é muito comum ver noivas usando mantilhas. Tradicionalmente as mantilhas são bordadas a mão e passadas de geração em geração dentro das famílias. Nos últimos tempos o costume se renovou e hoje em dia é comum que as noivas prefiram bordar uma peça nova para a ocasião.

 

3- Um reforço para a sorte

Você já deve ter visto em algum filme ou série estrangeira uma noiva correndo para procurar um objeto novo, um velho, um emprestado e um azul para carregar consigo na hora de se casar. Esse costume é “importado da Inglaterra”, e nos casamentos espanhóis ele é bem comum. A crença popular é de que ter esses objetos com a noiva durante o casamento gera sorte para o casal em sua vida matrimonial.

 

4 – Momentos organizados e separados

No Brasil é bem comum que o lugar do jantar e da festa sejam bastante “integrados”, com um buffet onde você vai se servindo a noite toda, ou garçons andando para lá e para cá com aperitivos. Na Espanha esses momentos costumam ser bem diferentes e separados. Vamos explicar aqui a dinâmica tradicional de um casamento espanhol dividido em quatro momentos principais:

Primeiro: Cerimônia, que pode ser na igreja ou em um lugar de preferência do casal.

Segundo: Coquetel, onde os convidados são direcionados a um local que já começa a servir algumas bebidas e aperitivos.

Terceiro: Jantar, servido em um espaço normalmente separado do coquetel, onde as pessoas se sentam para comer e são servidas como em um restaurante. Tradicionalmente são servidos dois pratos, a sobremesa e depois um café. Sim, um café.

Quarto: Para a festa finalmente acontecer as pessoas são levadas a mais um local, onde são servidas com coquetéis e animadas por um DJ.

Isso tudo não parece um pouco burocrático demais para um brasileiro?

 

5 – Arras

Tradicionalmente o noivo espanhol deve presentear sua amada com treze moedas, que são conhecidas como “arras”. Essa tradição espanhola também tem se reinventado e hoje é muito mais comum que os noivos troquem moedas entre si.

 

6 – Troca de mimos no jantar

Durante o jantar os noivos passam de mesa em mesa entregando lembrancinhas aos convidados que retribuem o carinho entregando aos noivos envelopes com dinheiro. Existe uma expressão chamada “pagar los cubiertos”, que pode ser traduzida como “pagar os talheres”. Em resumo, os convidados dão aos noivos a quantia de dinheiro que eles acreditam que os noivos pagaram por cada convidado.

 

7 – A emoção do buquê

No Brasil nós temos a tradição de reunir as mulheres solteiras atrás da noiva, que lança o buquê sem ver onde ele vai cair, para que elas disputem na sorte quem será a próxima a se casar.

Na Espanha as coisas são diferentes e mesmo assim muito emocionantes. A Noiva escolhe duas pessoas especiais para as quais ela vai dar de presente os dois itens mais especiais do seu dia: a liga utilizada no casamento e seu buquê de flores. Dessa forma ela escolhe alguém que seja especial para ela e transmite a sorte que teve no seu casamento.

 

8 – Cadê os padrinhos?

No casamento espanhol não é nada comum que se leve damas de honra ou padrinhos ao altar, e quando isso acontece não é mais do que um casal. O costume é que apenas os noivos percorram o caminho para o altar, acompanhados de perto pela mãe do noivo.

 

9 – A aliança vai na mão… Qual mão mesmo?

Depende do lugar da Espanha. Pode parecer mentira, mas a aliança de casamento na mão esquerda não é uma realidade mundial. Mesmo que majoritariamente as alianças sejam colocadas na mão mais comum – a esquerda, em algum lugares como na Catalunha, na Comunidade Valenciana, e até mesmo em Madri o anel é usado na mão direita.

Author avatar
Vagner Rodrigues
https://zigunovas.com.br