A comovente história do homem mais velho do mundo vivo em 2021

112 anos de vida marcados por muito amor e uma família bem grande. Saturnino de la Fuente García nasceu em Puente Castro no noroeste da Espanha em 11 de fevereiro de 1909. Por pouco que ele não vive duas viradas de século, você consegue imaginar?

Saturnino viveu durante grandes eventos importantes da história e acompanhou todas as mudanças sociais e tecnológicas dos últimos 112 anos. Se pensarmos em quanta coisa mudou desde o nascimento de Saturnino nós conseguiríamos perceber quão inspiradora e emocionante é sua vida. Seria uma experiência e tanto poder sentar-se perto dele e ouvir algumas boas histórias sobre como eram as coisas quando ele era jovem, não é mesmo?

No dia 10 de setembro de 2021, seu Saturnino foi reconhecido pelo Guinness Book como o homem mais velho vivo em 2021. Ao receber seu certificado de recordista ele foi questionado sobre o que todos querem saber: “Qual o segredo da sua longevidade?” ao que responde “Ter uma vida tranquila… E não machucar ninguém”

Na guerra Civil Espanhola de 1936 ele se destacou criando botas para os soldados logo após ser recusado no exército por causa da sua baixa estatura. Com 1,50m de altura e um casamento feliz desde 1933 com Antonina Barrio Gutiérrez, “El Pepino” (apelido pelo qual era conhecido graças ao nome de sua mãe, Peña) se tornou o sapateiro mais famoso da região.

Paralelamente a sua carreira, Saturnino cultivava uma grande paixão que traz consigo até hoje: clubes de futebol. Foi cofundador e jogador do time local Puente Castro, que lhe prestou uma homenagem no seu 110º aniversário, agradecendo-lhe por seu o mais velho jogador do time de futebol.

Do seu casamento foi gerada uma grande família, que conta com 7 filhas, 14 netos e 22 bisnetos. Apesar do isolamento necessário pela pandemia da Covid-19, a família conseguiu se reunir para a comemoração de seu 112º aniversário, cercando-o de amor e homenagens pela sua vida longa e inspiradora – e agora também quebradora de recordes.

Author avatar
Vagner Rodrigues