Como obter cidadania espanhola: tramites e documentos

Como obter cidadania espanhola: tramites e documentos

Muitos brasileiros têm o sonho de morar na Espanha por conta de sua cultura, oportunidades de trabalho ou até mesmo por estar na União Europeia. Obter a cidadania espanhola é o passo para transformar este sonho em realidade e vamos agora falar como você pode morar permanentemente por lá.

 

Você é filho ou neto de espanhóis?

Existe uma diferença para você obter sua cidadania espanhola por descendência se você é filho ou neto de espanhóis. Para quem for filho ou filha de espanhóis, o processo é bem simples, basta solicitar a “nacionalidade originária” com qualquer idade.

Já para netos ou netas de espanhóis, que são os casos mais comuns por conta da imigração de espanhóis para o Brasil nos séculos XIX e XX, o processo é mais burocrático, mas nada exagerado.

Para netos(as) menores de idade, basta solicitar a dupla nacionalidade reunindo uma sério de documentos que comprovem a ascendência espanhola dos avós (lista de documentos abaixo).

Para quem for maior de idade, é necessário morar legalmente na Espanha por ao menos um ano antes de dar entrada com o pedido de representação espanhola no Brasil.

 

Documentos necessários para a cidadania espanhola

Sendo filho ou neto de espanhóis, estes são os documentos que você precisará reunir antes de dar entrada no pedido de cidadania:

  • Formulário de solicitação;
  • Documento de identificação;
  • Certidão de nascimento do requerente com 6 meses de validade e legalizada;
  • Certidão negativa de antecedentes criminais não superior a 3 meses da data do pedido, legalizada;
  • Certidão de casamento do familiar espanhol;
  • Certidão de óbito do familiar espanhol (se aplicável);
  • Passaporte espanhol do familiar.

 

Reunindo estes documentos, é necessário comparecer ao consulado espanhol mais próximo ou solicitar o agendamento online.

 

É necessário realizar tradução juramentada para o espanhol

Este é o ponto crucial do sucesso do seu pedido de cidadania. Todos os documentos que porventura forem emitidos em português (qualquer idioma que não seja o espanhol), será necessária tradução para o espanhol e isto só é possível se traduzido por um tradutor juramentado, com fé pública, para que os documentos tenha veracidade assegurada.


posts Relacionados

Valencia CF celebra as Fallas em todos os jogos  da LaLiga no estádio Mestalla
Valencia CF celebra as Fallas em todos os jogos da LaLiga no estádio Mestalla

A iniciativa ‘Sempre Falles’, em conjunto com a Câmara Municipal de Valência, dá...

3 lugares em que você certamente gostaria de morar na Espanha
3 lugares em que você certamente gostaria de morar na Espanha

Se você está pensando em mudar de país, talvez a Espanha seja uma...