Os costumes do Natal da Espanha

A Espanha é uma país fervorosamente católico e por isto seu Natal, assim como no Brasil, é repleto de simbolismo e rituais que enchem casas e ruas com a magia natalina. Com algumas diferenças apenas: o Papai Noel não é o mais importante da festa, mas sim os Reis Magos.

No dia 24, a “Nochebuena”, famílias se reúnem para a ceia de Natal com o peru recheado sendo o principal prato. Além dele, champanhe ou a “cava” (espumante da Catalunha) compõem a mesa ao lado de doces típicos da época, como roscas de vinho, polvorones, alfajores, folhados, maçapães, amanteigados, peladillas e os turrones (que são feitos de mel e amêndoas).

Passada a ceia, os villancicos são cantados com acompanhamento de pandeiro e zabumba e, logo após, as igrejas celebram o nascimento de Jesus com a Missa do Galo.

 

Os Rei Magos

Os famosos Melquior, Gaspar e Baltazar são as grandes estrelas ligadas aos presentes, diferente do Brasil e outros países em que o Papel Noel tomou este papel. Na Espanha, as crianças começam a escrever suas cartinhas aos Reis Magos pedindo seus presentes. Os presentes são distribuídos no dia 6 de janeiro – para as crianças que não se comportaram, recebem um pedaço de carvão, mas um carvão de chocolate, ao menos.

No dia 5 acontece a Cavalgada dos Reis pelas ruas. Eles cavalgam e desfilam enchendo de alegria o público em seus cavalos, camelos e sobre carros alegóricos, distribuindo doces e presentes às crianças.

O roscón de reyes é o prato da noite sendo uma rosca de frutas secas recheada com nata e, dentro dele, um bonequinho escondido representando Jesus. A lenda diz que quem encontra o bonequinho terá sorte e… a sorte começa com a responsabilidade por pagar o doce.

Antes de dormir as crianças colocam seus sapatos na porta juntamente com comida e bebida para os Reis e seus camelos. Pela manhã as crianças da casa encontrarão seus sapatos cheios de presentes ao lado dos pratos e copos vazios.


posts Relacionados

Confira nossas dicas de 3 museus no Chile que valem a pena conhecer

Quem deseja conhecer um país ou cidade de verdade, precisa visitar seus museus...