10 expressões populares em espanhol

As expressões idiomáticas ou expressões populares dizem muito sobre o contexto cultural de um povo e também colaboram com a sintetização da linguagem, do seu entendimento entre as partes.
Para quem estuda o idioma espanhol, conhecer estas expressões típicas ou como falar em espanhol uma expressão “nossa” é fundamental para desenvolver a fluência nesta língua.

1. De tal palo tal astilla

A expressão é utilizada para falar das semelhanças entre pais e filhos, seja visualmente ou nos hábitos.

O “palo” é um pedaço de madeira, como um toco de lenha, enquanto a “astilla” é uma lasca desta madeira. Logo, esta metáfora diz que a lasca (o filho ou filha) se parece muito com a tora (o pai ou a mãe).

Por exemplo, quando um filho de um advogado torna-se advogado também, pode-se dizer: míralo, se ha convertido en un abogado como su padre, tal palo tal astilla.

Esta expressão, que é similar ao “tal pai tal filho”, pode ser utilizada tanto para uma situação boa quanto ruim.

2. A buenas horas mangas verdes

Usa-se para dizer que é tarde demais para fazer algo ou já não importa mais que seja feito.

Por exemplo. Um filho estudando para uma prova da escola que acontecerá no amanhã, sua mãe pergunta ¿Cómo llevas el examen de mañana?, e o filho responde Voy a empezar a estudiar ahora. Obviamente em cima da hora, e a mãe responde A buenas horas mangas verdes para dizer que já é tarde demais para começar a estudar.

A expressão tem origem provável no fim do século XV, quando os Reis Católicos formaram um exército para atender qualquer tipo de emergência. Eles vestiam uma roupa da qual sua manga era de cor verde, daí o manga verde.

Só que este exército tinha a fama de chegar tarde demais para as emergências que precisavam atuar. Com isto, segundo cronistas do século XVI e XVII, as pessoas que precisavam de ajuda, após solucionar a emergência, com a chegada do exército reprovava-os dizendo ¡A buenas horas, mangas verdes!

3. A falta de pan buenas son tortas

Quando alguém precisa de conformar com algo de menor valor ou menos atrativo do que o que se queria, se diz a falta de pan buenas son tortas.

Tortas são uma espécie de pão seco que dura muitos dias, mais barato e menos saboroso que o pão comum. A expressão nasceu de situações cotidianas em padarias que, quando se chega tarde para comprar o pão tradicional, tem-se que se contentar com as tortas.

4.  A lo hecho, pecho

Quando se faz algo e se arrepende, e ainda não há como voltar atrás para corrigir, tem-se que erguer a cabeça e “matar no peito” as críticas que seguem.

É exatamente isto que diz esta expressão em espanhol. “Ao feito, peito”, seria esta a tradução literal da frase.

5. Cada maestrillo tiene su librillo

Cada pessoa tem sua própria maneira de fazer suas tarefas, seu próprio modo de levar suas responsabilidades. Para dizer isto, que cada um tem seu jeito de fazer, usa-se a expressão cada maestro tiene su libro, ou com a rima em seu diminutivo cada maestrillo tiene su librillo.

6. Con la iglesia hemos topado

Para compreender esta expressão idiomática precisamos compreender de onde e de quando vem, e em que contexto é observada a igreja neste dito popular.

A frase se originou na famosa obra-prima de Miguel de Cervantes, Don Quixote, onde Quixote ao acreditar ter encontrado o alcazar onde se encontrava Dulcinea, deu de cara com uma Igreja e disse assim Con la iglesia hemos dado, Sancho.

Con la iglesia hemos topado

A expressão não tem o mesmo sentido que é proposto no livro, mas tem alguma relação no que diz respeito ao sentimento de impotência de ser barrado por um imprevisto, por exemplo.

A igreja é conhecida, sem fazer julgamento à fé de ninguém (é só para explicar a expressão), como a que põe limites e empecilhos que ao longo do tempo levou muitos cientistas e sábios para a fogueira, botando freio no avanço de alguém. Isto resume o sentido da expressão.

Utiliza-se con la iglesia hemos topado quando se quer dizer que teve seu intento, seu esforço em algo, parado por uma força maior que lhe impôs uma restrição e que você manteve-se resignado ou impotente diante disto, sem poder seguir avançando.

7. Irse con la música a otra parte

Sabe quando o assunto está chato ou ninguém está curtindo escutar mais aquilo? Usa-se a expressão para dar a “dica” à esta pessoa para que troque  de assunto ou simplesmente para de falar.

Também pode se usar a expressão quando a pessoa mesmo se dá conta que não é bem-vinda ou não está agradando e diz bueno, me voy con la música a otra parte.

8. Monto un circo y me crecen los enanos

Uma expressão de má sorte. É só traduzir a expressão que você entenderá o porquê: monto um circo e me crescem os anões.

Entendeu? Você monta um circo, com um espetáculos de anões e estes, pra completar a má sorte, crescem e já não são mais pequenos.

Quando você estiver com uma zica tão grande e pensar em usar a expressão “nada está tão ruim que não possa piorar”, diga madre mía, monto un circo y me crecen los enanos.

9. Andarse por las ramas

Se usa a expressão para pedir a alguém que deixe de dar voltas no assunto e vá logo ao que interessa. Especialmente válida para aquelas pessoas que gostam de enrolar e enrolar a conversa e não diz logo o que quer. Diga assim para esta pessoa no te andes por las ramas y dime qué ha pasado.

10. Si las barbas de tu vecino ves cortar, pon las tuyas a remojar

Para não ser pego desprevenido é melhor antecipar-se. Por isto, se vês que teu vizinho corta a barba, já põe a tua de molho que pode ser a próxima.

Por exemplo, quando na sua empresa começa aquela onda de demissão, vai preparando o teu currículo para outras empresas, talvez você possa precisar.


posts Relacionados

Tem promoção na Cultura Española!

A Cultura Española está com o Curso Extensivo de Espanhol, nível iniciante (A1)...

Curso de Espanhol no Exterior – América Latina e Espanha

Além de cursos de espanhol presenciais e online, a Cultura Española oferece também...