5 Dicas para se tornar fluente em espanhol

Quando aprendemos uma nova língua todos nós passamos pelo estágio de entender muito mais do que conseguimos falar, não é mesmo?

Isso é normal, falar espanhol com fluência exige prática, convívio com o idioma e bastante estudo. Só que nem sempre conseguimos ter contato com outras pessoas que têm fluência em espanhol para exercermos uma boa prática e percebermos onde poderíamos melhorar.

Apesar disso, existem algumas práticas que você pode incorporar no dia a dia para melhorar sua fluidez na hora de se expressar. Confira nossas dicas a seguir e se tiver interesse também, você pode dar uma olhada no nosso curso de conversação que exercita exatamente isso: a sua fluência em espanhol.

 

1. Conviva com a língua espanhola

 

Para falar bem uma língua você precisa estar familiarizado com ela. Expressões, entonações e algumas gírias vão trazer vida ao seu diálogo.

Você precisa se cercar dela o máximo que puder. Se você tiver alguém que fale espanhol para conversar, puder fazer uma viagem para o exterior ou puder contratar o nosso curso de conversação em espanhol você já vai ter uma ótima referência. Mas caso não tenha no momento (e mesmo se tiver) você pode e deve incorporar a língua espanhola no seu dia a dia de outras formas:

Músicas, séries e filmes, livros, podcasts, audiobooks e vídeos no YouTube são ótimas opções. Vale até trocar a linguagem do seu computador e celular para espanhol para se familiarizar com outros aspectos da língua no seu dia a dia. Você também pode procurar grupos e comunidades nas redes sociais de pessoas que tenham a língua como nativa, para entender as sutilezas da linguagem de cada país ou região. Como, por exemplo, entrar em grupos de Facebook sobre sua profissão, mas, claro, em espanhol.

 

2. Não tenha medo de falar e escrever

 

É perfeitamente normal que a nossa pronúncia não seja perfeita quando a gente começa a aprender um novo idioma. Perder o medo de falar em espanhol é um obstáculo comum a todos e ele deve ser superado para se chegar na tão cobiçada fluência em espanhol.

Para isso não existe outra solução se não praticar. Pratique muito, cante, fale, responda, escreva, converse até com o espelho, leia notícias em voz alta para si mesmo. Se você não tiver alguém para conversar em espanhol você pode gravar a sua voz enquanto fala e ouvir depois. Essa dica é bem legal porque vai te permitir perceber a sua evolução na pronúncia diariamente: é só escutar as gravações antigas.

Com o tempo você pega confiança e isso é transmitido na sua entonação na hora de falar.

 

3. Leitura sempre vai andar junto com o processo de fluência em espanhol

 

Para se tornar fluente você precisa associar as palavras escritas com a forma que elas são faladas e pronunciadas. Isso será muito útil na hora de entender o que estão falando para você e na hora de responder rápido e naturalmente como seria falando a sua língua nativa.

Para este processo se tornar mais divertido você pode assistir séries e filmes em espanhol com legenda em espanhol, ou ouvir músicas enquanto acompanha a letra. Com o passar do tempo você vai começar a perceber algumas sutilezas da língua espanhola pois vai começar a associar o som das silabas, letras e palavras em diferentes contextos e sentimentos.

 

4. Saber ouvir é essencial

 

Existe uma grande diferença entre simplesmente ouvir a língua espanhola e realmente prestar atenção nela. Com o tempo as duas formas vão gerar resultados de um jeito ou de outro, mas se você aprender a colocar sua atenção total enquanto escuta o processo vai ser muito mais rápido e menos doloroso.

Ouvir a língua vai te permitir ser mais criterioso com sua própria pronúncia, seja avaliando o sentimento que você está transmitindo na fala ou percebendo o ritmo da língua falada. Esses pequenos detalhes são a ponte que te torna fluente em espanhol.

 

5. Treine os movimentos do rosto, boca e língua

 

Para que palavras sejam pronunciadas nós precisamos movimentar diversos músculos faciais e saber onde colocar e mover a língua para produzir cada som que queremos. Quando nós aprendemos a falar as primeiras palavras o que fazemos é observar os rostos das pessoas e mimetizar os movimentos até conseguir fazer um som parecido.

Para aprender um novo idioma não basta saber falar as palavras, silabas e letras da mesma forma que aprendemos a falar português, pois cada língua usa recursos únicos de movimentação facial para produzir as nuances do idioma.

Mas calma, é possível aprender observando, nós já fizemos isso uma vez (quando bebês aprendendo a falar “copiando” nossos pais). Comece a prestar muita atenção no rosto e na boca das pessoas que tem espanhol como língua nativa enquanto elas falam, e tente imitar os movimentos. Você pode treinar sua expressão facial na frente do espelho ou gravar um vídeo seu falando espanhol para perceber exatamente onde está errando e como pode melhorar.

E se ainda tiver dificuldades na pronúncia nós temos um texto bem legal que ensina como pronunciar palavras em espanhol, dá uma olhada aqui.

Author avatar
Vagner Rodrigues